Instalando PhpPGAdmin no Ubuntu Server 17.04

Configuramos o SGBD PostgreSQL em uma maquina virtual (Virtual Box) no nosso servidor Linux Ubuntu, e  uma forma de gerenciar o banco de dados é usar o PhpPGAdmin, vamos ver como instalar e configurar esse recurso.

Faça login no seu seu servidor e digite:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install phppgadmin

Como sempre a instalação bem fácil no linux, vamos fazer algumas configurações no arquivo config.inc.php ;

$ cd /etc/phpphadmin
$ ls
$ sudo cp config.inc.php config.inc.php.bkp  (A tradicional cópia)
$ sudo nano config.inc.php

No editor vamos localizar as seguintes linhas
$conf[‘extra_login_security’] = true;      (+- linha 93)
$conf[‘owned_only’] = false;
              (+- linha 99)

mude para:
$conf[‘extra_login_security’] = false;
$conf[‘owned_only’] = true;

Salve as alterações com CTRL+O  e saia com CTRL+X

Agora configurar o Postgresql (Atenção: se você esta seguindo nosso tutorial não precisa fazer esse passo, pois já foi feito na instalação do Postgresql)

$ cd /etc/postgresql/9.6/main/
$ sudo nano pg_hba.conf

No editor na última linha coloque:

host all all 0.0.0.0/0  md5     
Salve CTRL+O e CTRL+X
( poderia ser 192.168.0.0/32 nossa rede,  melhorando a segurança)

Agora é a vez de configurar o Apache: Digite

$ cd /etc/apache2/conf-enabled
$ ls
$ sudo cp phppgadmin.conf phppgadmin.conf.bkp  (A tradicional cópia)
$ sudo nano phppgadmin.conf

Comente  a seguinte linha, coloque um # no início da mesma, e insira uma nova linha:
#Require local
Require from all

Agora é só reiniciar o sistema ou os dois serviços: postgresql / apache

$ sudo reboot
Se deu tudo certo ao acessar via Browse o nosso servidor com o endereço: 192.168.1.99/phppgadmin, teremos o phppgadmin rodando.

phppgadmin

Observação: Você pode acessar o PostgreSQL com o pgAdmin, mas isso implica em ter que instalar nas maquinas cliente mais um software, e usando o PhpPGAdmin, só com um navegador você já permite gerenciar sua base de dados;

Pronto, mais um passo concluído.
Quer instalar e configurar um servidor Ubuntu Server com PHP + Samba + PostgreSQL + Apache, clique no link abaixo:
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – I)
Fontes:
(1) https://www.server-world.info/en/note?os=Ubuntu_16.04&p=postgresql&f=2
(2) https://www.howtoforge.com/tutorial/ubuntu-postgresql-installation/

– – / / – –

—- [ Conheça nosso sistema de gestão comercial: POWER Admc ] —-

https://poweradmc.wordpress.com/

Publicado em Banco de Dados, Computadores e a Internet, linux, Postgresql, Programação PHP | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – VII)

Continuando ainda nos falta instalar o PHP em nosso servidor Ubuntu Server 17.04, no momento da criação desse tutorial, a versão disponível do PHP é a 7.

Como nos passos anteriores digite:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install php

Após a instalação para conferir e saber qual a versão do PHP instalada no seu Ubuntu Server 17.04 digite:

$ php -v

Se você consegue ler a mensagem informando a versão do seu PHP, isso quer dizer que a instalação teve sucesso, vamos em frente vamos testar.

Acesse o seu Windows e na pasta html do servidor Ubuntu apague o arquivo index.html que foi criado com a instalação do Apache.

Usando um editor de textos “bloco de notas” por exemplo digite o seguinte conteúdo em um arquivo chamado index.php  (importante a extensão ser php) se usar o bloco notas cuidado ao salvar.

<?php
   phpinfo();
?>

Vamos no nosso navegador e vamos digitar: http://192.168.1.99/  (Esse é o IP do nosso servidor, lembre-se que atribuímos esse endereço na instalação do Samba) se tudo estiver certo uma página em PHP mostrando informações da instalação será exibida.
php-ok

Conclusão: Com essas dicas chegamos a fim do nosso tutorial, que tinha por objetivo criar uma máquina virtual com um servidor configurado para rodar aplicativos e sistemas web.
Várias são as vantagens de se usar virtualização para servidores e nesse caso a distribuição dos seus aplicativos tem um custo baixo, todos os softwares usados nesse tutorial são open source, facilitando a comercialização dos seu serviço que é desenvolver.
Já pensou a facilidade que é fazer um backup de toda essa infraestrutura de desenvolvimento, e no momento da implantação só configurar os IPs e distribuir para seus clientes.

——[Dica-1: Editando o arquivo php.ini ]—–

$ cd /etc/php/7.0/apache2
$ sudo cp php.ini php.ini.bkp  (Vamos fazer uma cópia segurança)
$ sudo nano php.ini

——[Fim da dica]—–

 

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – I)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – II)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – III)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – IV)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – V)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – VI)

– – / / – –

—- [ Conheça nosso sistema de gestão comercial: POWER Admc ] —-

https://poweradmc.wordpress.com/

Publicado em Banco de Dados, Computadores e a Internet, html, linux, Postgresql, Programação PHP | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – VI)

Nesse próximo passo vamos instalar o Apache (Servidor web open source) em nosso servidor Linux Ubuntu Server 17.04.

Vamos logar no nosso servidor Ubuntu e digitar:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install apache2

Após a instalação vamos digitar:

$ cd /var/www/html
$ ls
deve aparecer um arquivo index.html, vamos ver esse arquivo funcionando lá no nosso Windows.

Após isso vamos testar se esta funcionando o nosso servidor Apache, para isso você pode acessar essa pasta /var/www/html no Servidor Ubuntu 17.04 Server que estamos instalando, simplesmente digitando o endereço IP do nosso servidor, e se estiver tudo certo vamos ter uma página como a imagem abaixo.

apache-ok

Veja que apenas digitando http://192.168.1.99 (endereço que definimos manualmente para nosso servidor) já temos o Apache funcionando, indicando que correu tudo bem na instalação.

Tecnicamente está pronto, mas o ideal era permitir que o usuário criado lá no Ubuntu Server tivesse acesso de leitura e escrita nessa pasta facilitando a publicação de seus  arquivos, vamos  compartilhar /var/www/html no Samba:

$ sudo pdbedit -L   (lista os usuários do Samba no Ubuntu Server)

marcelo:1000:Marcelo Antunes   <= Nesse caso podemos dar permissão para o usuário marcelo, você pode adicionar novos usuários  samba se achar necessário.

$ sudo chmod 777 -R /var/www/html/ (permissões de escrita e leitura)
$ sudo nano /etc/samba/smb.conf
Nós já editamos esse arquivo e já temos a cópia do mesmo. Agora vá até o final do arquivo e vamos incluir as linhas abaixo:

[html]
     path = /var/www/html
     valid users = marcelo
     admin users = marcelo
     read list = marcelo
    write list = marcelo

Grave com CTRL+O e CTRL + X

Vamos reiniciar o serviço:
$ sudo service smbd restart

Precisamos testar isso. Vamos no Windows e no ícone de rede encontramos o compartilhamento [ html ] que foi criado por nós com a adição dessas linhas no final do arquivo de configuração do Samba.

apache-compartilhando-html

E assim já estamos com o Servidor Apache funcionando e com acesso as pastas para podermos publicar nosso site.

Observação: alguns usuários preferem mudar a pasta /var/www/html para /var/www, eu penso que isso é transparente para o usuário final mas.., nesse caso:

——–[ Opcional ]——–
$ cd /etc/apache2/sites-enabled
$ ls -l
$ sudo cp 000-default.conf 000-default.conf.bkp   (vamos fazer copia para garantir)
$ ls
$ sudo nano 000-default.conf  

Apenas apague o /html no final da linha DocumentRoot  e salve com CTRL+O e CTRL+X

$ sudo service apache2 restart   (para reiniciar o sistema)
$ sudo chmod 777 -R www  (precisa permissão para escrever nessa pasta e aqui entra uma questão de segurança que foge do escopo dessa dica)
——–[ Fim opcional ]——-

 

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – I)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – II)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – III)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – IV)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – V)

– – / / – –

—- [ Conheça nosso sistema de gestão comercial: POWER Admc ] —-

https://poweradmc.wordpress.com/

Publicado em Banco de Dados, Computadores e a Internet, Internet - Segurança, linux, Postgresql, Programação, Programação PHP | Marcado com , , , , , , , , | 1 Comentário

Desabilitando IPv6 no Ubuntu Server 17.04

Instalei o Ubuntu Server 17.04 em uma máquina Virtual Box e o protocolo de rede IPv6 estava complicando a resolução de nomes.
Por exemplo:
$ ping registro.br (demorava muito e não pingava )
$ ping 200.160.2.3 (pingava sem problemas é o mesmo destino)

Tentei mudar / adicionar DNSs (8.8.8.8 208.67.222.22 ) mas não obtive sucesso, ai encontrei essa dica no Youtube, que funcionou.

——————————————————————————————–

Desabilitando protocolo IPv6 no Ubuntu Server 17.04

Passo-2:
$ sudo nano /etc/hosts

Comente todas as linhas em que aparece ip6

Grave as alterações com CTRL+O  e CTRL+X para sair

Passo-2:

$ sudo nano /etc/sysctl.conf

No final do arquivo digite as seguintes linhas:

  net.ipv6.conf.all.disable_ipv6=1
  net.ipv6.conf.default.disable_ipv6=1
  net.ipv6.conf.lo.disable_ipv6=1

Grave as alterações com CTRL+O  e CTRL+X para sair

Após isso vamos reiniciar o processo

$ sudo sysctl -p

Vamos testar se deu ok

$ ip a | grep inet6

Se não aparecer nada é porque deu certo

Essas dicas em consegui em:  https://www.youtube.com/watch?v=HCc7Ot9yBHc

– – / / – –

—- [ Conheça nosso sistema de gestão comercial: POWER Admc ] —-

https://poweradmc.wordpress.com/

Publicado em Computadores e a Internet, Internet - Segurança, linux | Marcado com , , , , , , , | 2 Comentários

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – V)

Continuando com nosso tutorial, vamos instalar no Ubuntu Server 17, o SGBD PostgreSQL, que é um gerenciador de banco de dados Open Source;

Como sempre a primeira instrução que vamos digitar e para verificar alguma atualização pendente nas instalações anteriores;

Digite:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install postgresql postgresql-contrib

Responda S a pergunta se você deseja continuar e aguarde…

Após alguns minutinhos já temos o nosso PostgreSQL instalado. Vamos  verificar se deu tudo ok, digite:

$ sudo su postgres

postgres@poweradmc:/home/susviela$ (Se você observar vai perceber que a palavra postgres aparece antes do nome que você colocou no servidor, esse é um indicativo de que o SGBD está instalado e funcionando;

Nesse prompt digite:

postgres@poweradmc:/home/susviela$ psql

Você verá a versão do seu PostgreSQL como na imagem abaixo postgresql

Digite:
postgres=#  \quit   (para sair do psql)

postgres@poweradmc:/home/susviela$ exit  (para sair do PostgreSql)

————-[ Dica: 1 ( Trocar senha postgresql ) ] ———

Essa instalação via apt-get não pede a senha para o usuário postgres vamos resolver isso:

$ sudo passwd postgres
[sudo] Senha para usuario:         (sua senha de usuário aqui)
Digite a nova senha para UNIX:      (a senha do usuário postgres no banco de dados)
Redigite a nova senha para UNIX:     (confirme a senha do postgres)

Após esse procedimento vamos logar no SGBD PostgreSql;

$ su postgres

Senha   (aqui vai a senha do usuário postgres que você acabou de alterar)
postgres@poweradmc:/home/susviela$
Se aparece esse prompt você já esta no banco de dados PostgreSLQ, logado com a nova senha do usuário postgres, agora temos mais um passo, que é alterar a senha do usuário postgres dentro do banco. Digite:

postgres@poweradmc:/home/susviela$  psql -c “ALTER USER postgres WITH PASSWORD ‘nova_senha'” -d template1

postgres@poweradmc:/home/susviela$  exit

Essa dica para mudar a senha, vai os créditos para:
https://www.vivaolinux.com.br/dica/Alterando-senha-inicial-do-PostgreSQL-[Ubuntu]

————-[ Dica: 2 ( Opcional: Acesso de outras maquinas PostgreSQL ) ] ———
Por padrão o PostgreSQL só permite acesso ao SGBD na máquina local, opcionalmente podemos  habilitar o acesso de outras máquinas, assim se você tiver o PgAdmim instalado no seu Windows por exemplo pode acessar usando o endereço IP do Servidor, ou se você desenvolve sistemas desktop.

Passo-1 Digite:
$ cd  /etc/postgresql/9.6/main
$ ls -l
$ sudo cp postgresql.conf postgresql.conf.bkp (copiar para segurança)
$ ls -l
$ sudo nano postgresql.conf

Em CONNECTIONS AND AUTHENTICATION
Retire o símbolo de comentário # do listen_addresses e altere onde esta ‘localhost‘ para ‘*
Salve CTRL+O e CTRL+X

postgres-acesso

Passo-2:
$ cd  /etc/postgresql/9.6/main
$ ls -l
$ sudo cp pg_hba.conf pg_hba.conf.bkp (copiar para segurança)
$ ls -l
$ sudo nano pg_hba.conf

No editor nano no final do arquivo vamos digitar:

host all all 0.0.0.0/0  md5     
Salve CTRL+O e CTRL+X
( poderia ser 192.168.0.0/32 nossa rede, melhorando a segurança )

Feito isso vamos reiniciar o servidor PostgreSQL  para isso digite:

$ sudo service postgresql restart

Lembrando que abrir o acesso ao PostgreSQL para toda rede é uma falha de segurança por isso essa dica é opcional, o banco pode ser acessado do PHP com localhost, pois a hospedagem do banco e do php é o servidor Ubuntu.

phppgadmin

Um bom gerenciador para seu banco de dados é o phppgadmin, aprenda a instalar.


Pronto, mais um passo concluído.

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – I)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – II)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – III)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – IV)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – IV)

 

– – / / – –

—- [ Conheça nosso sistema de gestão comercial: POWER Admc ] —-

https://poweradmc.wordpress.com/

 

 

Publicado em Banco de Dados, Computadores e a Internet, linux, Postgresql, Programação, Programação PHP | Marcado com , , , , , , | 3 Comentários

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – IV)

Vamos continuar nosso tutorial. Agora vamos instalar o Samba (Samba é um programa de computador, utilizado em sistemas operacionais do tipo Unix, que simula um servidor Windows, permitindo que seja feito gerenciamento e compartilhamento de arquivos em uma rede Microsoft.)

Após logar no seu servidor, e agora você pode logar do seu Windows via Putty, se for do seu agrado e digite:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install samba-common samba

Após a instalação vamos ter que configurar o Samba para que os usuários possam acessar os arquivos via Windows;

$ cd /etc/samba
$ ls -l
$ sudo cp smb.conf smb.conf.bkp  (vamos fazer uma cópia)
$ ls -l
$ sudo nano smb.conf
busca-samba
Aqui você vai precisar localizar (CTRL + W) [homes]
ou usar a seta para baixo até encontrar
# ========= Share  Definition =========
[homes]
     coment = Home Directories
     browseable = yes
readonly = no

Veja bem TIRAMOS os “;” e colocamos yes   e adicionamos a linha readonly=no (isso permite a criação e edição de arquivos por parte do usuário que acessa essa pasta

Salve as alterações CTRL+O  e CTRL+X

Agora precisamos definir o usuário que vai acessar o Samba, digite:

$ sudo smbpasswd -a susviela    <== pode e deveria ser outro usuário

Atenção  o Ubuntu server vai pedir a senha para executar o comando sudo, e depois o smbpasswd do Samba vai pedir a senha, e a confirmação dessa senha, para o usuário que terá permissão de acesso ao home e as pastas definidas.
New SMB Password:
Aqui pode ocorrer, se for o caso de ser o mesmo usuário que foi criado para acessar o Ubuntu server e a mesma senha, ter que digitar três vezes a senha; Uma mensagem do Samba informa:
Add user susviela

Vamos reiniciar o serviço:
$ sudo service smbd restart

Agora vamos no nosso Windows:

Vá no explorador de arquivos e na barra de endereços digite:
\\192.168.1.99\usuário  (eu usei \\192.168.1.99\susviela)
ou ainda
\\nomecomputador\usuário   <== Você criou o nome do computador lá na instalação do Ubuntu Server (Parte I)  e o nome do usuário aqui em cima na instalação do Samba.

samba-windows
Após esses passos seu Samba esta configurado e você já pode criar pastas e arquivos no seu servidor Ubuntu Server usando o Windows;
Inclusive o recurso Windows de Mapear unidades pode ser aproveitado para deixar sempre disponível o acesso.
mapear-unidade

—–[ Dica-1: Acessar de uma maquina linux ]—–
Se você quer acessar seu servidor Linux Ubuntu Server 17.04 via Samba de uma outra máquina digite:
     smb://192.168.1.99/         <== endereço ip do seu servidor
—–[ Fim dica ]—–

 

—–[ Dica-2: Enviar arquivos via FTP ]—–
Uma opção ao servidor Samba que foi instalado é usar um servidor FTP com acesso a pasta onde os arquivos devem ser publicados pelo desenvolvedor
Esse com certeza será tema de um outro post.
—–[ Fim dica ]—–

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – I)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – II)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – III)

– – / / – –

—- [ Conheça nosso sistema de gestão comercial: POWER Admc ] —-

https://poweradmc.wordpress.com/

 

 

Publicado em Banco de Dados, Computadores e a Internet, linux, Postgresql, Programação PHP | Marcado com , , , , , , , , | 4 Comentários

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – III)

Continuando nosso tutorial, vamos instalar no Ubuntu Server o servidor SSH, para permitir acesso via utilitário PUTTY para Windows (Faça download ultima versão).

Após logar no seu servidor digite:

$ sudo apt-get update

$ sudo apt-get -y install openssh-server

Se tudo deu certo, agora é só ir no seu Windows e executar o arquivo putty.exe colocar o endereço IP que você definiu para seu servidor e clicar em Open, uma janela de terminar ser aberta solicitando seu login.

putty

Pronto, mais um passo concluído.

Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – I)
Ubuntu Server 17 + SSH + Samba + PostgreSQL + Apache + PHP (Parte – II)

– – / / – –

—- [ Conheça nosso sistema de gestão comercial: POWER Admc ] —-

https://poweradmc.wordpress.com/

 

Publicado em Computadores e a Internet | 5 Comentários